Pesca e Sociedade

Ilustração: Daniel Sauda

O selo Pesca Protege a Natureza é um registro de reconhecimento a iniciativas que demonstram que a pesca pode SIM proteger a natureza. Com esse propósito, o Maramar registra em documento diagramado com o Selo Pesca protege A Natureza as diferentes frentes de trabalho e luta no país demonstrando coma a pesca artesanal organizada e bem  manejada pode conservar a natureza.

Veja nosso primeiro documento oficial com o selo Pesca Protege a Natureza

O Instituto Maramar trabalha em prol dos ambientes costeiros e da valorização das economias e culturas relacionadas ao mar e este programa refere-se especificamente ao trabalho associado à pesca, principalmente a pesca artesanal.

Consumo do pescado

A pesca artesanal dialoga diretamente com a sociedade, uma vez que ela é responsável por, pelo menos, 50% da produção de pescado no Brasil.

O leite não sai da caixinha, a água não sai do cano e o peixe não sai do pacote e, por isso, faz-se necessário conhecer os processos relacionados à origem dos recursos pesqueiros marinhos para preservação, valorização e desenvolvimento dessa atividade.

Atividade e territórios pesqueiros: patrimônio e memória nacional

O ato de fazer uma pesca de captura de caranguejos nos manguezais, por exemplo, é uma arte cuja captura demanda conhecimento e esforço físico. Passada de geração em geração, a pesca pode ser entendida como um patrimônio e cultural material e imaterial. Via de regra, são esses os locais que guardam os elementos de tranquilidade e paz que buscamos em nossas férias. Esses territórios, normalmente, estão associados à proteção da biodiversidade pela presença dessas comunidades pesqueiras.

O conhecimento e atividades dessas comunidades devem ser reconhecidos por toda sociedade e o trabalho do Maramar tem como objetivo valorizar o meio ambiente, os profissionais e a geografia desses territórios pesqueiros.

Atendimento a comunidades pesqueiras

1) Assistência técnica e extensão rural

Através de construção de conhecimento junto às comunidades pesqueiras, o Maramar busca assistir tecnicamente, dar suporte às demandas locais e funcionar como elo condutor entre o que existe de conhecimento escrito por pesquisadores e o que tem na realidade de conhecimento oral.

2) Apoio à infraestrutura
Buscando parceiros e profissionais , buscam os os mecanismos técnicos e financeiros para a estruturação da cadeia produtiva da pesca. Obras como construção de píer, fábricas de gelo, bombas de combustível e apoio  a licenciamentos ambientais de interesse local são algumas das atividades que trabalhamos nos territórios pesqueiros que trabalhamos.

Notícias

O acidente da Utracargo e a Pesca Artesanal

O acidente da Ultracargo e o processo de reparação  Em abril de 2015, os tanques de combustível da empresa Ultracargo, localizada na Alemoa, em Santos, foram atingidos pelo segundo maior incêndio do gênero da história mundial em volume de pessoal empregado, segundo os...

ler mais

Para que uma Cartografia dos Territórios Pesqueiros?

As águas do litoral brasileiro vão além da beleza natural, são também o espaço de trabalho diário de pescadores e pescadoras. O Instituto acredita que reconhecimento dessas práticas de pesca, sobretudo da pesca artesanal nos trechos do Estuário de Santos-São Vicente,...

ler mais
Inscreva-se em nossa Lista!

Inscreva-se em nossa Lista!

Participe de nossa lista e receba nosso boletim por email.

Por favor cheque seu email e confirme a inscrição.