Falta pouco para conseguirmos um acordo com a Ultracargo e outras empresas para compensar os danos morais que um dos maiores incêndios portuários da história causou à pesca no estuário de Santos. Após dois anos de atuação frente ao caso, o Ministério Público está na fase final de negociação com a empresa. O Instituto Maramar foi uma das organizações responsáveis pela elaboração de uma proposta de Acordo de Pesca, que deu base para as tratativas. A ideia é que os próprios pescadores afetados mostrem os caminhos para restaurar os serviços ambientais da localidade. Agora é contagem regressiva! Estamos na torcida! #AcordoDePesca

 

Gostou? Compartilhe

Inscreva-se em nossa Lista!

Inscreva-se em nossa Lista!

Participe de nossa lista e receba nosso boletim por email.

Por favor cheque seu email e confirme a inscrição.