No dia 13 de março, o Presidente da República, Michel Temer, decretou a transferência da pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). A decisão, que é composta por interesses políticos, implica em graves consequências para a pesca artesanal e as populações que vivem dessa atividade.

A situação da pesca não é das melhores há anos. Desde 2007 não existem estatísticas da atividade, assim como pouca participação dos pescadores e pescadoras nos ordenamentos da pesca. Em 2015, houve a extinção do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), e agora, em 2017, uma nova mudança, a ida da Secretaria de Pesca para o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Para tentar barrar esse decreto, há uma mobilização de pescadores e instituições, como o Maramar, que não aceitam essa mudança. Como forma de expor as preocupações com o futuro, principalmente da pesca artesanal, foi produzida uma Carta Aberta, assinada pelos apoiadores da causa.
Confira a Carta aqui!

Gostou? Compartilhe

Inscreva-se em nossa Lista!

Inscreva-se em nossa Lista!

Participe de nossa lista e receba nosso boletim por email.

Por favor cheque seu email e confirme a inscrição.