O Instituto Maramar bate muito em uma tecla chamada Governança Ambiental. Em resumo, trata-se de colocar à mesa para dialogar todos os atores envolvidos em uma situação de conflito, sejam pescadores, empresas ou instituições responsáveis envolvidas. O impacto causado pelo incêndio da empresa Ultracargo no ambiente marinho, é um exemplo de conflito que precisa ser resolvido na base do diálogo. Novos formatos de negociação precisam ser construídos, pautados no diálogo franco e compartilhamento transparente de dados. Ao setor portuário, interessam as águas para locomoção por causa de seu uso hidroviário, enquanto aos pescadores interessa a qualidade da água para a manutenção da vida marinha. A construção proposta neste trabalho reúne diferentes institutos de pesquisa, pescadores, setor acadêmico e Ministério Público em um arranjo inovador. #AcordoDePesca!

 

Gostou? Compartilhe

Inscreva-se em nossa Lista!

Inscreva-se em nossa Lista!

Participe de nossa lista e receba nosso boletim por email.

Por favor cheque seu email e confirme a inscrição.